Olhos da minha mãe

Olho aqueles olhos castanhos cor de mel, perfeitamente alinhados e desenhados, bem redondinhos, e que têm á sua volta todas as rugas bem marcadas, e aquela cicatriz na sobrancelha, que quase nunca se vê.
Olho os seus olhos doces, doces como o mel que é a sua cor. Os seus olhos cansados, que deixam transparecer a guerreira que existe dentro dela, o seu coraçãozinho de manteiga, mas também a sua força para resolver todos os seus problemas.
Os olhos que olhava em bebé, em criança, e agora, e sempre os olharei, sentido o calor doce que transmítem, que me acalmam e me deixam feliz.
Os olhos da minha mãe, que a seguir à sua personalidade é o que mais amo nela. Os seus olhos mágicos, doces e marcantes.

Comentários

  1. Encantadora e apaixonante a forma como descreves cada pormenor tão detalhadamente :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Serpa, terra forte

Escrever

Esta altura do ano